Brasil: “Você matou meu filho!”: homicídios cometidos pela Polícia Militar na cidade do Rio de Janeiro

Execuções extrajudiciais cometidas por policiais são frequentes no Brasil. No contexto da chamada “guerra às drogas”, a Polícia Militar tem usado a força letal de forma desnecessária e excessiva, provocando milhares de mortes ao longo da última década. As autoridades utilizam com frequência os termos “auto de resistência” ou “homicídio decorrente de intervenção policial” como uma “cortina de fumaça” para encobrir execuções extrajudiciais promovidas pelos policiais. Este relatório se baseia em uma série de casos de homicídios praticados por policiais militares nos anos de 2014 e 2015 na cidade do Rio de Janeiro, em particular na favela de Acari.

Choisir une langue pour afficher le rapport

Télécharger le PDF