• Investigación

Angola: Activistas detidos devem ser libertados imediata e incondicionalmente

, Índice: AFR 12/1282/2015

As autoridades angolanas devem libertar imediata e incondicionalmente dois defensores dos direitos humanos que foram detidos somente por exercerem os seus direitos de liberdade de expressão e de reunião pacífica na região angolana de Cabinda, disseram hoje cinco organizações, incluindo a Amnistia Internacional.

Ver el informe en Portuguese